Close
Os 30 parques nacionais mais populares da Europa

Os 30 parques nacionais mais populares da Europa

Dos Lagos de Plitvice à Sierra Nevada, passando por Cinque Terre… Descubra os parques nacionais mais populares da Europa.

Com a chegada da primavera e do bom tempo, queremos desfrutar da natureza mais do que nunca. Se você quiser combinar belas paisagens com ar puro e atividades interessantes, os parques nacionais são uma ótima opção. E a boa notícia é que existem centenas deles na Europa!

Para ajudá-lo a planejar sua próxima aventura, a Musement foi descobrir quais são os parques nacionais mais populares da Europa. Analisamos o número de avaliações do Google para mais de 400 parques em toda a Europa e criamos o ranking das 30 áreas naturais protegidas mais populares. Na lista, você encontrará opções em diversos países, o Parque Nacional da Peneda-Gerês localizado em Portugal ficou em nono lugar com X avaliações. Grandes picos de calcário, florestas imensas, lagos cristalinos, cachoeiras vertiginosas, circos glaciares? Prepare-se para desfrutar de paisagens fantásticas no coração da natureza!

CLASSIFICAÇÃOPARQUE NACIONALPAÍSN.º DE AVALIAÇÕES
1Parque Nacional dos Lagos de PlitviceCroácia 78 002
2Parque Nacional de KrkaCroácia44 623
3Parque Nacional Cinque TerreItália40 232
4Parque Nacional do TeideEspanha31 433
5Parque Nacional Peak DistrictInglaterra29 797
6Parque Nacional do VesúviuItália26 288
7Parque Nacional de TimanfayaEspanha25 814
8Parque Nacional SnowdoniaPaís de Gales21 592
9Parque Nacional da Peneda-GerêsPortugal21 167
10Parque Nacional New ForestInglaterra21 101
11Parque Nacional KarkonoszePolônia20 323
12Parque Nacional de CalanquesFrança19 094
13Parque Nacional de OjcówPolônia18 995
14Parque Nacional TriglavEslovênia18 560
15Parque Nacional GarganoItália18 401
16Parque Nacional Cilento e Vale do Diano Itália17 517
17Parque Nacional VanoiseFrança16 498
18Parque Nacional de South DownsReino Unido16 271
19Parque Nacional de CévennesFrança15 741
20Parque Nacional Picos de EuropaEspanha15 425
21Parque Nacional PienninesPolônia15 424
22Parque Nacional da Sierra NevadaEspanha15 164
23Parque Nacional de KrkonošeRepública Tchec15 160
24Parque Nacional dos PirenéusFrança14 973
25Parque Nacional Gran Sasso e Montes de la LagaItália14 633
26Parque Nacional da Suíça BoêmiaRepública Tcheca14 244
27Parque Nacional de Low TatrasEslováquia14 146
28Parque Nacional de ÉcrinsFrança13 842
29Parque Nacional de DartmoorReino Unido13 772
30Parque Nacional ThingvellirIslândia13 760

1. Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, Croácia

Considerado Património da Humanidade pela UNESCO desde 1979, o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice é o maior Parque Nacional da Croácia e o mais visitado. Localizado em uma área de 300 km, entre Zagreb e Zadar, a principal atração por aqui são os lagos, são 16 lagos principais e mais alguns pequenos, todos conectados por cachoeiras de diversos tamanhos. Os lagos são divididos em dois grupos, lagos superiores composto por doze lagos e lagos inferiores composto por 4 lagos. Os passeios são feitos através de trilhas e passarelas que ligam os lagos. O parque pode ser visitado durante todo o ano e em cada estação a experiência é diferente, um lugar que realmente vale a pena conhecer.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Jiyong Jang (@souljang)

2. Parque Nacional de Krka, Croácia

Localizado ao logo do Rio Krka o Parque Nacional de Krka que foi batizado com o mesmo nome do rio fica na região central da Dalmácia entre as cidades de Zadar e Split. Inaugurado em 1985 com uma área de 109 Km o local possuí sete cascatas onde os visitantes podem entrar para se refrescar, porém a mais famosa é a cascata Skradinski buk. Dentro do parque é possível realizar excursões de barco para visitar a Ilha Visovac e o Mosteiro de Krka duas belíssimas atrações da região e é claro, não podemos deixar de mencionar as diversas cavernas.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Carmen Hervás Mota (@carmetahm)

3. Parque Nacional Cinque Terre, Itália

O Parque Nacional Cinque Terre é composto por uma área de 12 km localizados na costa da Ligúria. Dentro do parque se encontram cinco pequenas cidades Riomaggiore, Manarola, Corniglia Vernazza e Monterosso todas suspensas em um penhasco que termina no mar. Como as cidades são pequenas e praticamente grudadas a melhor forma para desbravar o parque é de trem, a estação de trem da cidade de La Spezia liga todas as estações dos 5 vilarejos, dentro do parque. Um passeio de barco ou de bicicleta também são opções interessantes por aqui.

4. Parque Nacional do Teide, Espanha

O Parque Nacional do Teide, declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 2007, situa-se no centro da ilha de Tenerife. Um de seus símbolos mais marcantes é, sem dúvida, o vulcão Teide, o pico mais alto de toda a Espanha. O Monte Teide possui um teleférico, e da estação superior, localizada a 3.555 metros, é possível desfrutar de vistas únicas do parque, da ilha de Tenerife e do resto do arquipélago. Durante a sua visita você poderá admirar curiosas formações rochosas como o Roque Cinchado, plantas endémicas das Ilhas Canárias como o tajinaste vermelho, e ainda aprender sobre as constelações e os planetas caso optar por um passeio noturno.

5. Parque Nacional Peak District, Inglaterra

O Parque Nacional Peak District é considerado o primeiro parque nacional da Inglaterra, foi inaugurado em 1951 e fica próximo às cidades de Manchester e Sheffield. Localizado em uma área de 1440 km² entre seis diferentes regiões, dentro do parque se encontram paisagens de tirar o fôlego como casarões e castelos históricos, lagos, grutas, cavernas, trilhas e diversos passeios. É possível visitar o parque durante todas as estações do ano e em cada uma delas você terá uma experiência diferente. A melhor forma de se locomover dentro do parque é de carro, porém estão disponíveis linhas de trem que conectam as cidades localizadas dentro do parque.

6. Parque Nacional do Vesúviu, Itália

Criado em 1995, o Parque Nacional do Vesúviu tem como objetivo proteger e unificar toda a região em tordo ao vulcão Vesúvio e é claro ele mesmo. Considerado o único vulcão ativo da Europa Ocidental a sua cratera está a apenas 9 km da cidade de Nápoles. Em 79 d.C. ocorreu uma erupção do vulcão Vesúvio que destruiu toda a cidade de Pompeia, porém hoje as escavações já recuperaram grande parte da cidade que vale uma visita. O parque possuí diversas trilhas, porém a mais famosa é a “Sentiero N.5”, conhecida como Il Gran Cono, um trekking de 800 metros que leva ao topo do vulcão e permite apreciar uma vista fantástica.

7. Parque Nacional de Timanfaya, Espanha

A intensa atividade vulcânica que ocorreu entre 1730 e 1736 mudou para sempre a paisagem da ilha de Lanzarote. Essas mesmas erupções foram as que originaram o Parque Nacional de Timanfaya. Hoje, as marcantes formações rochosas e os tons avermelhados e alaranjados da paisagem transportam os visitantes para outro planeta por algumas horas. Entre as atividades mais destacadas, vale destacar a “Rota dos Vulcões”, na área das Montanhas do Fogo, pois atravessa alguns dos pontos mais marcantes do parque.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Ely🍉 (@ely_romarin87)

8. Parque Nacional Snowdonia, País de Gales

Famoso por abrigar as montanhas mais altas do país e mais de 100 lagos naturais é no Parque Nacional Snowdonia que fica o pico de Snowdon, o ponto mais alto da Inglaterra e do País de Gales. Esportes aquáticos e trilhas são atividades famosas por aqui, dentro do parque estão presentes diversos pequenos povoados e mais de vinte mil pessoas vivem aqui. Localizado a noroeste do país o parque possuí uma área total de 2.142 km², de carro é a melhor forma para conhecer a região, porém quem não possuí tanto tempo assim e não quiser dirigir estão disponíveis excursões que partem diariamente de Llandudno e Cardiff.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Karolka919 (@karolka_919)

9. Parque Nacional da Peneda-Gerês, Portugal

Considerado o mais famoso parque nacional de Portugal o Parque Nacional da Peneda-Gerês foi criado no ano de 1971. Localizado ao norte do país entre as cidades de Minho e Trás-os-Montes a 100 km de Porto em uma área de 70290 hectares. Considerado pela UNESCO como Reserva Mundial da Biosfera, a região preserva tradições muito antigas ainda presente nas quase 100 aldeias que fazem parte do parque. Por aqui é possível admirar animais selvagens como lobos, javalis, lontras, cavalos selvagens e realizar atividades como visitar os diversos mirantes da região, cascatas, monumentos e é claro apreciar a maravilhosa paisagem.

10. Parque Nacional New Forest, Inglaterra

Localizado em uma área de 580 km no sul da Inglaterra, entre Hampshire, Dorset e Wiltshire o Parque Nacional New Forest é considerado o segundo menor do país. Pequeno, porém perfeito para trilhas e caminhadas, um local com uma vasta natureza intocada. Passeios a cavalo, de bicicleta, conhecer as pequenas cidades da região como Brockenhurst, Beaulieu, Burley e Lyndhurst são ótimas opções por aqui. Veados e pôneis selvagens vivem livremente na região, está é uma das poucas áreas do país ainda pouco tocada pelo homem.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Ricky Howitt (@rickyhowitt)

11. Parque Nacional Karkonosze, Polônia

Este parque nacional, localizado nas Montanhas Gigantes, atrai quase dois milhões de visitantes por ano, graças às suas paisagens incríveis e aos mais de 100 km de trilhas disponíveis. Algumas de suas principais atrações são Śnieżka, o pico mais alto dos Sudetos, as cachoeiras Szklarka e Kamieńczyk, os circos glaciais Śnieżne Kotły e o lago glacial Mały Staw. Todas, atrações imperdíveis!

12. Parque Nacional de Calanques, França

Este famoso parque francês tem uma alma mediterrânea. Localizado no coração da metrópole de Aix-Marseille-Provence, é o primeiro parque nacional periurbano da Europa. Além disso, por abranger áreas terrestres e marítimas, possui uma biodiversidade impressionante, com nada mais e nada menos que 140 espécies terrestres protegidas, 60 espécies marinhas e cerca de 1.000 espécies vegetais. E como se isso não bastasse, diversas atividades podem ser praticadas no parque: caminhar pelas fantásticas trilhas suspensas entre o mar e a terra, subir nas impressionantes falésias calcárias, mergulho, fazer um passeio de bicicleta e visite a gruta Cosquer. Dentro do Parque Nacional de Calanques há opções para todos os gostos.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Vivre Marseille (@vivremarseille)

13. Parque Nacional de Ojców, Polônia

Localizado a cerca de 20 km ao norte de Cracóvia, Ojców é o menor parque nacional da Polônia, mas seus 21 km² percorrem um longo caminho. Além de passear pelos vales dos rios Prądnik e Sąspówka, o visitante pode entrar em uma das mais de 400 cavernas existentes, como a caverna do Rei Łokietek, ou admirar as curiosas formações rochosas resultantes dos diferentes processos cársticos ocorridos na área como o Mallet de Hércules. As ruínas do antigo castelo de Kazimierz, o castelo de Pieskowa Skała e a pitoresca vila de Ojców também merecem uma visita.

14. Parque Nacional Triglav, Eslovênia

O único parque nacional da Eslovênia tem o nome da montanha mais alta do país – Triglav (2864 metros). Nesta área dos Alpes Julianos você pode visitar algumas das atrações naturais mais espetaculares do país, como o Lago Bled e a sua icônica ilha, na qual está localizada a Igreja da Assunção da Virgem. Três outras paradas imperdíveis são o Lago Bohinj, localizado em um vale paradisíaco cercado por florestas e montanhas; o vale do rio Soča, conhecido como o “rio esmeralda” devido à cor intensa de suas águas, e Kranjska Gora, a cidade favorita dos amantes de esportes invernais.

15. Parque Nacional Gargano, Itália

O Parque Nacional Gargano, localizado na cordilheira do Gargano, forma uma península na costa do Adriático italiano. Com 121.118 hectares, é o maior parque natural da Itália e uma das maiores reservas naturais do país. Aqui você pode fazer diversas atividades, começando com uma excursão à impressionante floresta de Umbra e uma visita a uma das mais belas praias da Apúlia: a Baia di Manaccora. Aproveite também para admirar a flora nativa. As Ilhas Tremiti, que fazem parte do parque, abrigam mais de 2.000 espécies botânicas, 35% das espécies botânicas registradas em nível nacional.

16. Parque Nacional Cilento e Vale do Diano , Itália

O Parque Nacional Cilento e Vale do Diano, localizado na província de Salerno (Campânia), é popular por diversos motivos. Criado em 1991, é considerado uma Reserva da Biosfera desde 1997 e está na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1998. Sua paisagem predominantemente montanhosa oferece múltiplas opções para caminhadas em meio a vasta flora. Além disso, por abranger mais de 80 municípios, o parque nacional também possui um rico patrimônio cultural. Durante sua visita, você poderá admirar os sítios arqueológicos e os museus que contam a história das civilizações que povoaram a região. Da cultura de Villanova à colonização grega e ao Império Romano, os amantes de história se apaixonarão pelo local!

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Paolo Guida (@pagui75)

17. Parque Nacional Vanoise, França

O Parque Nacional Vanoise está localizado entre os altos vales do Maurienne e Tarentaise, no departamento de Savoie. Cercado por montanhas com mais de 3.000 metros de altura, com inúmeras geleiras e passagens de montanha de fácil acesso. A área protegida de 535 km², muitas vezes referida como a “zona central”, é expandida para 1.250 km² se a área do Parque Nacional Italiano Gran Paradiso for adicionada, com a qual faz fronteira ao longo de 14 km. Juntos, eles formam a maior área protegida da Europa Ocidental. Quem está em busca de natureza e aventura, há nada menos que 400km de trilhas sinalizadas!

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de vlegoff (@vlegoff)

18. Parque Nacional de South Downs, Reino Unido

Aldeias pitorescas, falésias de giz, vinhedos, paisagens exuberantes… o Parque Nacional de South Downs, localizado no sudoeste do país, entre Londres e a costa sul, é apelidado de “pulmão do sudoeste da Inglateraa”, e motivos não faltam, seu rico legado histórico inclui um local pré-histórico da Idade do Ferro: o forte da colina Chanctonbury Ring. Você também pode admirar as íngremes falésias brancas características da área, como as de Cabo Beachy. Os entusiastas de esportes podem caminhar ou andar de bicicleta pela South Downs Way, de 140 quilômetros, que atravessa o parque nacional. Já para quem está em busca de um plano mais descontraído, outra atividade muito procurada é a degustação de vinhos nas vinhas da zona. O solo calcário de Lewes é ideal para a produção de vinhos brancos e espumantes.

19. Parque Nacional de Cévennes, França

Criado em 1970, o Parque Nacional de Cévennes abrange 118 municípios e três departamentos franceses: Lozère, Gard e Ardèche. É composto por cinco maciços e é um dos poucos parques nacionais onde existem pessoas que residem permanentemente, mesmo na área protegida e regulamentada. O parque foi reconhecido pela UNESCO como Reserva da Biosfera em 1985 e também possuí o prestigioso selo de “Reserva Internacional de Céu Escuro”, que reconhece a beleza de seu céu estrelado e suas paisagens noturnas. Com todas essas atrações, não é de admirar que tenha entrado na nossa lista.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Thomas (@wakutoms)

20. Parque Nacional Picos de Europa, Espanha

O Parque Nacional dos Picos de Europa tem de tudo: altos picos calcários, exuberantes florestas de carvalhos e faias, matos e pastagens, rios, lagos, desfiladeiros, aldeias encantadoras, e muito mais. Portanto, decidir o que visitar pode ser uma tarefa difícil. Alguns dos lugares imprescindíveis são, sem dúvida, o Naranjo de Bulnes, um dos cumes mais emblemáticos de Espanha; o Mirante del Tombo com vistas espetaculares do Vale Valdeón; os Lagos de Covadonga e o Santuário; e o desfiladeiro da Hermida, o mais longo da Espanha. E para quem gosta de caminhar, o percurso Cares é imperdível.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Agnelo Quelhas (@agneloquelhas)

21. Parque Nacional Piennines, Polônia

Com uma área de 23 km², este parque nacional polaco é um dos menores do país. A área exuberante das Montanhas Pienino faz parte dos Cárpatos e faz fronteira com o parque nacional de mesmo nome na Eslováquia. Dentro do parque, a flora e a fauna são protegidas e, de fato, abriga várias espécies de animais raras, como a salamandra-de-fogo, a águia-real, o lince e a borboleta Apolo. Por outro lado, uma das atividades mais populares que podem ser feitas por aqui é o rafting em Dunajec. As vistas do rio para as formações rochosas e montanhas escarpadas são impressionantes.

22. Parque Nacional da Sierra Nevada, Espanha

Em seus mais de 85.000 hectares, o Parque Nacional da Sierra Nevada possui uma enorme variedade de flora e fauna, com mais de 2.100 espécies vegetais catalogadas. Sua rica paisagem, com enormes picos com mais de 3.000 metros de altura, florestas, prados, rios e riachos, fazem do parque um destino ideal para os amantes do esqui e de caminhadas. Além de ser um enclave natural privilegiado, também possui um rico patrimônio cultural. Visite as cidades da Alpujarra e descubra por si mesmo. A arquitetura tradicional da zona, com as icónicas casas brancas, é reflexo das diferentes culturas que aqui se instalaram ao longo dos anos, especialmente a árabe.

23. Parque Nacional de Krkonoše, República Tcheca

O primeiro parque tcheco na lista dos mais populares da Europa é o Parque Nacional Krkonoše, localizado nas Montanhas Gigantes, na fronteira com a Polônia. No parque está a montanha mais alta da República Tcheca: Sněžka com 1603 metros. A combinação de encostas íngremes, prados alpinos cheios de flores coloridas e trilhas planas fazem deste parque um destino ideal para caminhadas, com opções para todas as idades e níveis de condicionamento físico. Se você caminhar em direção à nascente do rio Elba, provavelmente passará pela cachoeira Pančavský, a mais alta do país. Use calçados confortáveis e prepare-se para desfrutar das belas vistas.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Dawid Żak (@dzakphotography)

24. Parque Nacional dos Pirenéus, França

Em uma área protegida de 457 km² estão presentes 350 km de trilhas marcadas e 300 lagos: o Parque Nacional dos Pirineus é realmente impressionante! Foi criado em 1967 e se estende por 100 quilômetros, seis vales, dois departamentos e duas regiões fronteiriças com a Espanha. Parte deste parque nacional faz parte do sítio “Pirineos-Monte Perdido”, incluído na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em 1997 como paisagem cultural. Portanto, não perca esta área durante a sua visita. Aqui também está o Cirque de Gavarnie, um verdadeiro paraíso para quem gosta de altas montanhas.

25. Parque Nacional Gran Sasso e Montes de la Laga, Itália

O quinto e último parque nacional italiano que aparece em nosso ranking é o Parque Nacional Gran Sasso e Montes de la Laga. Aqui está a montanha mais alta dos Apeninos, o Gran Sasso, com 2.912 metros de altura. Mas o parque também é famoso por seus imensos prados, como o Campo Imperatore, e pelo Lago Campotosto. A melhor época para visitar é no início do verão, quando os vastos prados estão cheios de flores. Se você tiver sorte, poderá ver algumas edelweiss, também conhecidas como a flor da neve.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Abruzzo Repost (@abruzzorepost)

26. Parque Nacional da Suíça Boêmia, República Tcheca

Criado no ano 2000, o parque nacional “mais jovem” da República Tcheca abrange parte das montanhas de arenito do Elba e faz fronteira com a Suíça Saxônica da Alemanha. O rio Elba atravessa o parque, criando uma paisagem variada: ravinas, curiosas formações rochosas, profundos desfiladeiros e densos pinhais. Existem várias trilhas fantásticas, uma das mais populares é a Sendero Gabriel. A trilha começa em Mezní Louka e termina no ponto mais famoso da Boêmia Suíça: Pravčická brána, o maior arco de arenito da Europa.

27. Parque Nacional de Low Tatras, Eslováquia

Entre os vales Váh e Hron encontra-se o maior parque nacional da Eslováquia: o Parque Nacional Low Tatras. O parque é muito popular entre os apaixonados por trilhas, graças aos picos altos, trilhas desafiadoras e belas vistas. Os caminhantes em boa forma podem subir ao topo das montanhas mais altas: Dumbier (2043 metros) e Chopok (2024 metros). Em um dia claro, do topo do Dumbier Peak, você pode ver até a Hungria. Outra grande atração deste parque são as cavernas. Uma das mais conhecidas é a Caverna da Liberdade Demänovská, famosa por seu riacho subterrâneo e pelas peculiares estalagmites e estalactites que pendem dos corredores e paredes da caverna.

28. Parque Nacional de Écrins, França

No coração dos Alpes, picos espetaculares como o Barre des Écrins (4.102 metros) e o Meije (3.983 metros) pontilham o Parque Nacional Écrins, razão pela qual não é de surpreender que seja considerado o parque europeu com as mais altas montanhas por excelência. Os caminhantes têm à sua disposição 740 quilómetros de trilhas marcadas, incluindo o GR 54, que circunda os maciços de Oisans e Écrins. Mas isso não é tudo. Também possui lagos espetaculares, cerca de 40 geleiras, mais de 400 espécies de vertebrados e mais de 2.000 espécies de plantas.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de gg_colnem (@gg_colnem)

29. Parque Nacional de Dartmoor, Reino Unido

Castelos e ruínas repletos de história, charnecas perfeitas para caminhantes e cavaleiros e áreas de natação selvagens para os mais ousados, há algo para todos os gostos no Parque Nacional de Dartmoor. Localizado no sudoeste da Inglaterra, Dartmoor é principalmente charneca, embora mais a leste também existam florestas. Nesta zona costuma chover mais do que nas redondezas, por isso raramente o solo está seco, recomendamos o uso de boas botas impermeáveis. Além disso, justamente pela abundância de chuvas, os rios e córregos são muito característicos deste parque. Os amantes de animais também vão gostar de admirar os pôneis de Dartmoor no seu habitat natural.

30. Parque Nacional Thingvellir, Islândia

Fechamos o “top 30” com o único parque islandês na classificação: o Parque Nacional Thingvellir, que também é parada obrigatória no Círculo Dourado. O parque é em sua maioria plano, e nele você pode observar fenômenos naturais muito particulares, já que está localizado na área da cordilheira do Meio-Atlântico, a linha divisória entre os continentes euroasiático e norte americano. As fontes de água natural também atraem muitos mergulhadores e praticantes de snorkel, ansiosos para nadar na água derretida. Além da beleza natural, este parque possuí uma enorme importância histórica, já que foi aqui que a independência da Islândia foi declarada em 1944.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Telenn (@telennify)

*METODOLOGÍA: para realizar el estudio se tomaron en consideración más de 400 parques nacionales en Europa. Para determinar los 30 parques nacionales más populares de Europa, se analizó el número de reseñas en Google de cada parque. Los parques con mayor número de reseñas en Google fueron considerados los más populares. Datos recogidos a finales de febrero de 2022.

Ficou com vontade de visitas estes parques nacionais? Confira as nossas experiências e atividades

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close