Close
7 lugares imperdíveis na Rota da Seda

7 lugares imperdíveis na Rota da Seda

Lar de inúmeros povos, culturas e civilizações, as antigas rotas comerciais da Rota da Seda possuem paisagens incríveis. Confira a seguir!

Abrangendo muitas das maiores civilizações do mundo, a Rota da Seda era muito mais do que apenas uma rede comercial, era onde acontecia a troca de experiências, ideias e crenças entre povos e culturas.

Estendendo-se a China, Índia e Japão, no leste, até o Mediterrâneo, no oeste, era uma rede de rotas terrestres e marítimas ramificada, que facilitava a troca de mercadorias, ideias e crenças.

Com diversos povos, culturas e civilizações alinhando suas rotas, a Rota da Seda teve um profundo impacto no mundo que conhecemos hoje, e tornou-se um local repleto de pontos turísticos históricos e marcos culturais que agora caracterizam as antigas rotas comerciais.

Com tantos monumentos, cidades e países para visitar, a seguir você confere sete atrações imperdíveis.

1. Exército de terracota – Xian

Por muito tempo uma encruzilhada importante, Xi’an, na China, foi onde a Rota da Seda começou. Também foi nela que, durante a Dinastia Han (207 aC – 220 dC), uma das atrações mais impressionantes surgiu, o majestoso exército de terracota. A vasta brigada de esculturas de terracota foi enterrada ao lado do imperador Han para protegê-lo na vida após a morte. Na mesma época, as missões comerciais que transportavam seda, entre outras coisas, foram despachadas pela primeira vez da capital imperial para destinos distantes, como o sudeste da Ásia e até Roma.

2. Estrada do Pamir – Afeganistão, Quirguistão, Tajiquistão e Uzbequistão

Percorrendo montanhas, vales e terrenos acidentados, a estrada do Pamir é uma das mais inusitadas do mundo, e as caravanas da Rota da Seda passavam por suas rotas. A magnífica cordilheira de Pamir, que inclui vários picos com mais de 7.000 metros de altura, permite que os visitantes façam um passeio simplesmente único.

3. Tian Shan – China, Cazaquistão e Quirguistão

Conectada às cordilheiras de Pamir, no sul, a cordilheira Tian Shan fica nas regiões fronteiriças da China, Cazaquistão e Quirguistão. É incrível ver seus muitos picos nevados repletos de geleiras cintilantes e lagos de águas cristalinas. As paisagens naturais incluem os lagos Ala Kul e Issyk-Kul, o imponente pico Jengish Chokusu e estruturas surpreendentes, como o Tash Rabat Caravanserai e o minarete de Burana. Tian Shan oferece a combinação perfeita de história, natureza e aventura ao ar livre em um só destino.

View this post on Instagram

Горы ❤ Тянь-шань

A post shared by Лебедева Мария (@marya_leb8) on

4. Bukhara, Khiva e Samarcanda – Uzbequistão

Lar de monumentos impressionantes, pontos turísticos históricos e pontos de referência culturais da Ásia Central, as cidades de Bukhara, Khiva e Samarkand, no Uzbequistão, merecem uma visita por tudo que têm a oferecer. Do século VIII a XII, a região foi lar de filósofos, pensadores e acadêmicos que moldaram o mundo. As ruelas estreitas e íngremes de Khiva, a majestosa Mesquita Kaylan de Bukhara e a Praça Registan de Samarkand dificilmente falham em deixar o coração dos visitantes batendo forte de empolgação enquanto são levados a uma viagem no tempo para o apogeu dessas cidades incríveis.

5. Merv – Turcomenistão

No passado foi uma das maiores cidades do mundo, porém grande parte de Merv foi destruída pelos mongóis em 1221. Infelizmente, o importante local da Rota da Seda nunca recuperou sua prosperidade, sendo novamente demolido em 1789. Atualmente, suas ruínas são locais fascinantes para explorar, principalmente o Mausoléu do Sultão Sanjar e as antigas muralhas da cidade, que se erguem do deserto de Karakum. A experiência pode até ser um pouco assustadora, mas é, sem dúvidas, estranhamente fascinante.

https://www.instagram.com/thebandofbikers/p/BkWbi0lnxoc/?hl=cs

6. Isfahan – Iran

Com suas grandes avenidas, elegantes palácios, mesquitas e minaretes decorados de uma forma deslumbrande, para não mencionar sua resplandecente praça pública, Isfahan oferece uma grande variedade de coisas incríveis para ver e fazer. Na verdade, a Rota da Seda foi redirecionada pela cidade para que a mesma pudesse se beneficiar do comércio que as caravanas traziam. Pode-se dizer que a antiga capital da Pérsia agora é considerada uma das cidades mais bonitas do mundo.

7. Capadócia – Turquia

Conectando a Rota da Seda com o Mediterrâneo e as várias cidades portuárias que rodeavam suas costas, foi através da Anatólia, na Turquia, que caravanas carregadas de seda e outras mercadorias chegaram à Europa, por terra e mar. As incríveis cidades subterrâneas e igrejas esculpidas em pedra na Capadócia são um dos pontos turísticos mais impressionantes da região, e várias caravanas da época da Rota da Seda marcam as paisagens cênicas ao seu redor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close