Close
8 clássicos da literatura internacional que você não pode perder

8 clássicos da literatura internacional que você não pode perder

Viaje ao redor do mundo sem sair de casa!

A imagaginação é uma arma muito poderosa, ela pode te transportar da Oceania a Londres em segundos. Confira as nossas 8 sugestões de clássicos da literatura internacional que você não pode deixar de ler.

1. 1984

Obra do escritor britânico George Orwell, publicado em 1949 o romance é ambientado em uma região remota da Oceania, onde a guerra é perpétua. No livro a região é comandado por um regime político totalitário, que usa a manipulação física e psicológica e o controle do passado para controlar a população. 1984 foi escrito na ilha de Jura na Escócia, enquanto o autor lutava contra um quadro crítico de tuberculose. Adaptado para o cinema duas vezes e traduzido em mais de 65 países, 1984 é um sucesso mundial.

2. Orgulho e Preconceito

Dizem que Orgulho e Preconceito é uma das melhores histórias de amor já publicada. Escrito pela britânica Jane Austen e lançado na Inglaterra em 1813, o livro narra a história da sociedade inglesa do século XIX, podendo ser até considerado uma crítica a mesma. A história se passa na zona rural da Inglaterra tendo a jovem Elizabeth Bennet como protagonista, o amor e o dinheiro são os elementos que movem a trama. Considerado um clássico da literatura inglesa, já foi traduzido para diversos idiomas, adaptado ao cinema quatro vezes e já vendeu mais de 2 milhões de cópias ao redor do mundo.

3. O Pequeno Príncipe

Considerada uma das obras literárias mais traduzidas no mundo, O Pequeno Príncipe já foi publicado em mais de 220 idiomas. Escrito pelo francês Antoine de Saint-Exupéry e lançado nos Estados Unidos em 1943. O livro narra a história de um piloto que cai no deserto e encontra uma criança que diz ter vindo de outro planeta, os dois começam a conviver e a refletir sobre os valores da vida. O autor era piloto profissional e durante uma de suas viagens seu avião caiu no deserto do Saara, O Pequeno Príncipe foi inspirado nesta experiencia de Antoine.

4. Os Miseráveis

Os Miseráveis é uma das obras mais famosas de Victor Hugo que a escreveu enquanto estava em exílio. O livro foi publicado na França em 1862 e é considerado um clássico do romantismo francês. A história se passa na França do século XIX, tendo como personagem principal Jean Valjean. O romance descreve a vida das pessoas pobres e critica a sociedade francesa da época. Dividido em cinco volumes, o livro foi um bestseller na época, sendo traduzido em várias línguas e adaptado para o cinema e o teatro diversas vezes.

5. Dom Quixote

Considerada por muitos como a melhor obra de ficção já escrita, Dom Quixote foi criado por Miguel de Cervantes e lançado em dois volumes. O primeiro foi publicado em Madrid no ano de 1605 e o segundo apenas em 1615. O escritor criou a obra Dom Quixote para ser uma sátira aos romances de sucesso da época e quase que sem querer o livro se tornou o primeiro romance moderno já escrito e influenciou autores das gerações seguintes. Dom Quixote é o personagem principal da obra, um homem de meia idade que perdeu a razão e foi viver aventuras imaginárias.

6. Lolita

Escrito pelo romancista russo-americano Vladimir Nabokov, o romance Lolita foi originalmente escrito em inglês e publicado em Paris no ano de 1955. Uma obra controversa e polêmica que na época chegou a ser banida em diversos países, já hoje é considerada um clássico do século XX. Humbert Humbert é o protagonista da história, um professor de literatura de 37 anos que se apaixona por uma menina de 12 anos a quem ele se refere como “Lolita”. Escrito em primeira pessoa, enquanto estava preso, Humbert transfere suas memórias para o papel, com o objetivo de dar a sua versão da história para o júri. A obra já foi adaptada para o cinema, teatro, balé e até ópera.

7. A Revolução dos Bichos

A obra A Revolução dos Bichos, foi criada como uma sátira à política de Stalin. Escrito pelo inglês George Orwell e publicado na Inglaterra no ano de 1945, segundo o autor os princípios da Revolução Russa foram traídos e o paraíso comunista proposto pela União Soviética na época era uma ilusão. A história se passa dentro de uma granja, onde os animais decidem fazer uma revolução, expulsar os humanos e tomar o controle do local. A granja passa a ser controlada pelos animais, e os porcos, que são considerados os animais mais inteligentes estão no comando. Inicialmente se prega uma ideologia onde os direitos são iguais para todos, porém no decorrer na narrativa se chega ao ponto onde os animais não conseguem distinguir os porcos dos humanos.

8. O Príncipe

O livro que muitos políticos já devem ter lido! Escrito por Nicolau Maquiavel e publicado em 1532 na Itália, a obra é considerada extremamente estrategista e inteligente, com percepções da realidade política que facilmente se aplicam nos dias atuais. O autor escreveu a obra quando foi banido de Florença, que tinha deixado de ser uma república e passada a ser governada pelo Príncipe Lourenço de Médici II. Uma obra que deve ser lida com muita atenção e para entender a teoria do autor é imprescindível colocar-se na situação da Itália na época em que o livro foi escrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close