Close
5 das melhores coisas gratuitas para fazer em Miami

5 das melhores coisas gratuitas para fazer em Miami

Praia, arte, história e muito mais!

Não importa o quão amplo seja o orçamento de férias, em uma cidade como Miami, onde há tanto o que fazer, as coisas podem ficar caras. Felizmente, a cidade litorânea do sul da Flórida oferece várias atividades que não custam um dólar e são uma excelente maneira de preencher o seu tempo entre uma coisa e outra.

1. Praia

Acima de tudo, há Miami Beach! E quem poderia resistir a isso? Mesmo durante o inverno, você não pode deixar de se deslumbrar com aquele litoral turquesa e areia branca. Para a verdadeira experiência de South Beach, vá ao Lummus Park, que é a Miami por excelência que você vê na TV, nos filmes e em todas as histórias de férias que você já ouviu. Para uma área um pouco mais discreta, vá para a praia entre as ruas 46 e 63.

2. Instituto de Arte Contemporânea

Se você é um entusiasta da arte contemporânea, provavelmente reconhecerá alguns dos nomes dos artistas cujas obras figuram na coleção permanente do museu: Francis Alÿs, Inka Essenhigh, Mark Handforth, Louise Bourgeois, Zoe Leonard e James Tyrell, para citar alguns. As exposições permanentes e temporárias visam destacar tanto artistas emergentes como artistas já estabelecidos. Aberto de quarta a domingo, o Instituto de Arte Contemporânea de Miami tem entrada gratuita. Dada a situação do COVID, é melhor reservar um ingresso com antecedência.

3. Little Havana

Nenhuma viagem a Miami está completa sem uma visita a Little Havana. O bairro surgiu na década de 1960, quando cubanos que fugiram do regime de Castro se estabeleceram por aqui. Hoje, a população, em grande parte cubana, é de cerca de 50.000 pessoas. Alguns dos locais para visitar por aqui são a Calle Ocho que é o coração animado do bairro, e a Calçada da Fama, que destaca latinos famosos como Gloria Estafan. Uma visita a este bairro não custa nada, o que significa que você pode economizar seus centavos e mantê-los para experimentar alguns dos pratos requintados da autêntica comida cubana em um dos diversos restaurantes. Você seria negligente se não se deliciasse com um sanduíche cubano (ou dois) em algum momento. O bairro também oferece ótimos restaurantes especializados em culinária latino-americana.

4. Dominó no Parque Maximo Gomez

O bairro Little Havana, é o lar do Parque Maximo Gomez, que tem várias mesas de dominó permanentes daí o apelido do parque como “Parque Domino”. Aqui, você encontrará diversas pessoas jogando dominó, a maioria são aposentados que vivem na região. Você pode se juntar a eles e tentar sua sorte no jogo, mas não espere ganhar, quando se trata de Dominó, esses caras são profissionais experientes!

5. O Memorial do Holocausto

Este monumento definitivamente se enquadra no lado intenso do espectro, mas achamos que todos deveriam vê-lo uma vez. Kenneth Treister, um escultor e arquiteto, homenageia as vítimas do Holocausto com uma escultura construída no local de uma casa que pertenceu a sobreviventes do Holocausto que emigraram de Rotterdam. A peça central é uma escultura de amor e angústia que retrata uma mão de bronze de 12 metros de altura que se estende até o céu. O artista omitiu deliberadamente o dígito final do número de identificação tatuado no pulso para não fazer referência a um único prisioneiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close