Close
Os melhores parques de Londres

Os melhores parques de Londres

50 tons de cinza? Errado… Londres está mais para 50 tons de verde. Confira alguns lugares em que você pode ter contato com a natureza pela cidade.

Londres!! Essa metrópole urbana possui uma abundância de concreto, lajes, ruas pavimentadas e arranha-céus de vidro. Você deve achar que se trata de mais uma cidade clássica, repleta de edifícios, ruas, pontes e estacionamentos de vários andares, onde predominam os 50 tons de cinza.

Mas na verdade, a cidade oferece muito mais que isso.

De fato, a capital do Reino Unido ganha de muitas outras cidades em número de espaços arborizados, 47% de Londres possui áreas verdes. Embora grande parte dessa estatística venha de jardins privados, não faltam parques, bosques, reservas naturais, espaços botânicos e até fazendas.

Não é uma surpresa que Londres tenha mais espaços verdes do que qualquer outra capital europeia, o que é uma boa notícia para moradores e turistas com qualquer estilo de vida. Está cientificamente comprovado que a natureza é essencial para o nosso bem-estar, e, independentemente de você preferir árvores, colinas ou plantas tropicais, saiba que Londres tem algo para todo mundo.

1. Parques Reais

Os oito Parques Reais são os paraísos naturais mais conhecidos e, sem dúvida, os mais lindos de Londres. São eles Hyde Park, Kensington Gardens, Richmond Park, Bushy Park, Green Park, St James’s Park, Regents Park e Greenwich Park. Espalhados pela Grande Londres, os Parques Reais possuem jardins relaxantes e de fácil acesso, que podem ser apreciados por todos. Nesses enormes espaços abertos, é comum você observar veados selvagens, nadar em um balneário, andar de barco e de cavalo, desfrutar de shows, exibições de teatro e cinema a céu aberto, observar estátuas e fontes ou simplesmente fazer um piquenique à moda antiga. Mesmo durante o inverno, os Parques Reais costumam ficar lotados de atletas de todas as idades trabalhando em busca de seus objetivos. Aqui, alguns atletas se preparam para seu primeiro Parkrun de 5 km, e outros mais experientes treinam para o Ironman, muitas vezes com seus amigos caninos. É possível perceber que existe uma certa parceria entre todos que se exercitam por aqui.

2. Reais Jardins Botânicos de Kew

Os Reais Jardins Botânicos de Kew, a meca da natureza de Londres, fica no final da District Line. Possuem mais vida selvagem do que você pode imaginar. Sempre que me sinto desanimado e preciso de um tempo para mim, passo o dia no Kew Gardens. Destaque para a Palm House, uma estufa quente e úmida que parece mais uma parte da selva de Sumatra do que a zona três de Londres.

Uma atração imperdível do Kew é o treetop walkway, uma passarela de madeira nas copas das árvores, que permite admirar os jardins do alto. Também existe uma grande variedade de plantas e árvores entre as diferentes estufas e lotes, e é possível até aprender um pouco sobre a importância das abelhas na estrutura da colmeia de quase 14 metros de altura.

3. Bosque de Epping

Essa enorme extensão na fronteira de Londres/Essex passa a impressão de um lugar a quilômetros de distância do caos urbano, mas fica a uma rápida viagem da Linha Central. Toda a história, cultura e as aventuras que o lugar oferece são complementadas com a presença de fortes da Idade do Ferro, a antiga fábrica de pólvora Royal Gunpowder Mills e atividades de rafting.

Para mim, a paz e tranquilidade são o que tornam esses 2.400 hectares do Bosque de Epping um verdadeiro tesouro. É o lugar perfeito para longas caminhadas e, embora não seja deserto, também não costuma estar lotado, exceto por alguns passeadores de cães, ciclistas explorando as trilhas e crianças subindo em árvores ao lado de suas famílias. Este lugar feliz é o único espaço ao ar livre de Londres em que me sinto confortável para acampar. (Embora tecnicamente não seja permitido, é possível acampar aqui desde que você aja com discrição, não faça bagunça e siga em frente, se for solicitado).

4. Em outras partes da cidade

Mas espaços naturais grandes e renomados não são só o que você encontra em Londres. Jardins em coberturas, parques menores e hortas de agricultura urbana podem ser encontrados por toda a cidade. E não posso deixar de mencionar o Camley Street Nature Reserve, uma área de conservação no coração de King’s Cross, o Postman’s Park, um pequeno parque público com memoriais comemorativos de atos de heroísmo e o London Wetland Centre, onde é possível observar pássaros.

https://www.instagram.com/p/4oA744Qd2c/

Londres é uma cidade que se observada rapidamente parece ser acinzentada, porém se você explora um pouco mais descobrirá o seu alter ego verde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close