Close
10 dos mais tranquilos parques e jardins em Paris

10 dos mais tranquilos parques e jardins em Paris

Como um oásis na capital francesa, os parques e jardins de Paris são muito importantes para os moradores e turistas. Confira 10 dos nossos parques favoritos.

Os parques e jardins de Paris são muito mais do que espaços verdes onde você pode passear, relaxar e respirar o ar fresco longe da agitação da cidade. Esses lugares têm uma cultura e história muito interessantes e desempenharam um papel fundamental na vida social dos parisienses ao longo dos anos. Trazemos a você dez parques e jardins em Paris e lhe mostramos como aproveitar ao máximo dessas maravilhosas áreas verdes.

1. O Jardim da Aclimatação

Nove meses, desde a concepção até o nascimento, esse foi o tempo necessário para renovar o Jardin d’Acclimatation, reaberto no norte do Bois de Boulogne (Floresta de Bolonha) no verão de 2018, com 17 novas atrações. Sua primeira inauguração ocorreu em 6 de outubro de 1860, com Napoleão no comando. Este parque no 16º arrondissement, possui uma história interessante, abriga 400 animais e possui 41 atrações, além de sediar diferentes eventos ao longo do ano, principalmente durante as férias escolares.

View this post on Instagram

Nous avons hâte de vous y retrouver ! 😉

A post shared by Jardin d'Acclimatation (@jardindacclimatation) on

2. Parque Floral de Paris

No coração da floresta de Vincennes, o Parque Floral de Paris ocupa mais de 34 hectares de jardins e possui mais de 3.000 variedades de plantas. É um dos quatro jardins botânicos de Paris, juntamente com o Arboreto (também localizado no Bois de Vincennes), o Parque Bagatelle e o Auteuil Greenhouse Garden (ambos na Floresta de Bolonha).

3. The Rodin Museum and Gardens

Uma visita ao Museu Rodin não seria completa sem uma caminhada no jardim adjacente. Aproveite o tempo para apreciar os dois passeios temáticos do Biron Hotel, o Jardim Orpheus e o Jardim das Fontes, e se perca entre rosas e esculturas, mas não esqueça de parar ao pé de uma das obras mais conhecidas do artista que oferece nomeou o museu, O pensador. Se você tiver tempo livre, faça um lanche na cafeteria do jardim e, se os museus não são a sua preferência, lembre-se de que você pode comprar um ingresso para visitar apenas o jardim.

4. The Renoir Gardens

Nós temos os Jardins Renoir em nossos corações. Especialmente agradáveis na primavera e no verão, embora evocativos ao longo do ano, esses jardins são um dos lugares mais poéticos e românticos de Paris. Se você decidir visitá-los, não perca o Museu Montmartre, você nunca se cansará da oficina de Suzanne Valadon.

5. Parque Buttes-Chaumont

Com uma vista panorâmica da cidade e Montmartre em particular, este espaço verde de 25 hectares é perfeito para um piquenique em família ou um lanche da tarde com os amigos. Além de ser um dos lugares favoritos para quem gosta de correr, também é um parque muito agradável com um lago e grutas, o que lhe confere ainda mais charme. Atividades e animações infantis são realizadas com frequência.

6. Parque da Villette

O Parc de la Villette é uma parte essencial da cultura local e da vida social de Paris. Possui alguns dos mais importantes locais culturais e de entretenimento da cidade, como a Cité des sciences et de l’industrie, o Zenith e a Paris Philharmonic Orchestra. Ao longo do ano, os 55 hectares do parque são geralmente animados por diferentes eventos culturais, peças de teatro, shows, cinema ao ar livre e, em particular, pelo conhecido festival Jazz à la Villette.

7. Jardins de Luxemburgo

Você sabia que os Jardins de Luxemburgo, criados em 1612 a pedido da rainha Maria de Médici, são inspirados nos Jardins Boboli em Florença? É muito agradável passear no parque com o Palácio de Luxemburgo (que agora abriga o Senado francês) ao fundo e com crianças brincando com barcos de controle remoto no lago. Se você ousar explorar um pouco mais os jardins, poderá apreciar laranjeiras e estufas com uma fabulosa coleção de orquídeas.

8. Parque Monceau

Rodeado por árvores antigas e mansões espetaculares, o Parque Monceau é um dos espaços verdes mais elegantes da capital francesa. Caminhe pelas enormes cercas de ferro e ouro do século XVIII para descobrir os elementos decorativos do parque que sobreviveram à passagem do tempo, como a famosa rotatória e a Naumaquia, uma homenagem às batalhas navais que os romanos organizaram para entreter o povo.

9. Jardim das Tulherias

Entre 1519 e 1996, o Jardim das Tulherias teve diferentes proprietários e foi redesenhado e reformado em diversas ocasiões. Encomendado por Luís XIV e desenhado por André Le Nôtre em 1664, as Tulherias foram o primeiro parque público em Paris. O jardim como o conhecemos hoje foi concebido pelos paisagistas Luis Benech, Pascal Cribier e François Roubaud, que permaneceram fiéis à perspectiva de Le Nôtre. Sente-se em um banco com um livro e aproveite o luxo de relaxar ao ar livre.

10. Parque Georges – Brassens

Nem todo mundo sabe que Paris tem vinhedos dos quais as uvas ainda são colhidas. Já mencionamos as vinhas de Montmartre, mas não mencionamos a vinha do 15º arrondissement. São 700 vinhedos da variedade pinot noir em um agradável parque, onde casais se abraçam nas margens onde antes estavam os matadouros de Vaugirard.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close