Close
7 curiosidades sobre a ponte Golden Gate

7 curiosidades sobre a ponte Golden Gate

Para comemorar o aniversário da Ponte Golden Gate, Musement compartilha 6 coisas que provavelmente você não sabe sobre a ela.

A Ponte Golden Gate foi aberta ao público pela primeira vez no dia 27 de maio de 1937, conectando São Francisco a Marin Country. É fácil entender o porquê este marco icônico é cruzado por mais de 10 milhões de pedestres todos os anos, já que se tem uma vista deslumbrante da cidade ao passar pela ponte.

Esta maravilha da engenharia era considerada a maior ponte suspensa do mundo na época em que foi construída, possuindo um comprimento de 2,73 Km. Facilmente reconhecível de longe, é também um dos marcos mais instagramados e fotografados em São Francisco.

Confira 6 coisas que você provavelmente não sabe sobre a Ponte Golden Gate.

1. Existe uma primeira vez para tudo

Quase 200.000 pessoas estavam presentes na inauguração da ponte que ocorreu no dia 27 de maio de 1937. Para comemorar do jeito certo, a ponte foi fechada ao tráfego de automóveis e apenas os pedestres podiam passar, este dia ficou conhecido como “Dia do Pedestre”. O dia da inauguração a ponte foi palco de diversos tipos de atividades: corridas, andar de patins, tocar um instrumento musical e até mesmo andar sobre palafitas na ponte! A taxa de acesso à ponte era de US $ 0,50 centavos, o equivalente a quase US $ 10 hoje.

2. Do preto e cinza ao laranja internacional

A cor da ponte foi algo muito debatido antes da sua construção. Duas opções foram consideradas: preto e cinza ou preto com listras amarelas, esta última foi uma sugestão da Marinha dos Estados Unidos. Para a Marinha era importante que a ponte parecesse um sinal de alerta para avisar aos navios que passavam que eles estavam se aproximando de uma ponte.

No entanto, uma vez que o aço chegou em São Francisco, o arquiteto da ponte, Irving Morrow, decidiu que o tom laranja queimado e o vermelho do primer eram na verdade uma combinação de cores melhor do que as outras opções. O que deveria ser usado apenas como um primer para evitar a erosão durante o transporte, o “Laranja Internacional” foi escolhido como a cor oficial da ponte. Complementar à área circundante e devido à sua cor altamente visível, a cor da ponte tornou-se permanente.

3. A segurança vem em primeiro lugar

A segurança dos trabalhadores durante a construção da ponte era algo de grande importância para o engenheiro-chefe Joseph Strauss. Ele tornou obrigatório o uso do capacete durante o trabalho, foi o primeiro canteiro de obras a fazer isso na América. Nos projetos de engenharia civil nos anos 30 era considerado uma média de uma morte para cada US $ 1 milhão gasto. A construção da ponte Golden Gate custou US $ 35 milhões, com apenas 11 fatalidades, graças em parte à rede de segurança de US $ 130.000 que Strauss instalou sob o piso da ponte. Essa rede de segurança acabou salvando a vida de 19 trabalhadores da construção que haviam caído durante o trabalho, mas foram salvos pela rede. Esses homens se autodenominaram o “Clube do Meio do Caminho para o Inferno”.

4. Uma ponte temporariamente achatada

Em maio de 1987, a Golden Gate foi temporariamente fechada para automóveis para comemorar seu 50º aniversário. Esperava-se que cerca de 80.000 pessoas comparecessem ao evento, mas essas expectativas foram superadas. Aproximadamente um milhão de pessoas compareceram com a intenção de participar da caminhada pela ponte. Devido ao controle insuficiente da multidão, aproximadamente 300.000 pessoas conseguiram entrar na ponte de uma vez, fazendo com que ela balançasse para frente e para trás. Isso fez com que o arco da ponte se achatasse e até mesmo a ponte cedeu 2,10 metros no meio por causa da sobrecarga de peso.

As autoridades rapidamente fecharam a ponte, evitando que os demais participantes a cruzassem, encerrando as comemorações. De acordo com o engenheiro da ponte, a ponte nunca esteve realmente em perigo de desabar.

5. Trinta anos removendo a pintura

Como dissemos antes, o aço “Laranja Internacional” quando chegou a São Francisco foi revestido com um primer para prevenir a corrosão. Isso serviria como proteção para ajudar a ponte a resistir a qualquer tipo de desgaste natural. O que não se sabia na época eram os perigos para o meio ambiente e para a sociedade do uso de tintas à base de chumbo. Para proteger a população da cidade, foi ordenada uma remoção massiva da tinta, que começou em 1965 e terminou em 1995. Hoje em dia, a ponte é pintada com uma tinta à base de zinco, geralmente uma nova camada é aplicada conforme necessário. Dizem que o zinco ajuda a proteger o aço da ferrugem.

6. O primeiro suicídio aconteceu três meses após a conclusão

Harold Wobber, um veterano da Primeira Guerra Mundial, foi a primeira pessoa a suicidar-se ao saltar da ponte 3 meses após a inauguração. Enquanto caminhava com uma estranha que ele tinha acabado de conhecer no ônibus, ele se virou para ela e disse, “é aqui que eu saio” e então pulou para a morte. Desde então, mais de 1.600 pessoas decidiram tirar suas vidas na Ponte Golden Gate, tornando-a o segundo local onde mais se comete este tipo de ato nos país. Uma rede de segurança está sendo instalada na periferia da ponte para ajudar a prevenir novos suicídios e deve ser concluída em um futuro próximo.

7. Muitos cabos

Os dois cabos principais da ponte Golden Gate consistem em mais de 128.000 km de cabos trançados. Se os colocarmos em uma única fita, teremos fio suficiente para dar a volta na Terra três vezes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close