Close
O outro lado de Florença

O outro lado de Florença

Musement traz dicas do que ver e fazer em Florença, para que você conheça o lado da cidade que vai além dos roteiros turísticos tão conhecidos.

Todos os dias, a cidade chamada legitimamente de “Berço do Renascimento” recebe um grande número de visitantes. Florença é lar de tesouros preciosos da cultura, arte, história, literatura e até da moda italiana (muitas marcas de estilistas e que trabalham com peças de couro surgiram lá). Quando estiver na cidade, é simplesmente obrigatório visitar a Galleria degli Uffizi, atravessar a Ponte Vecchio e contemplar igrejas como Santa Maria Novella e a Catedral de Florença (Duomo). Se você tiver bastante tempo e quiser complementar o seu passeio com algumas atrações menos famosas, ou caso esta não seja sua primeira visita, confira nossa lista com algumas ideias para descobrir um lado de Florença que vai surpreender você.

1. O Cemitério Inglês

Este cemitério foi construído em 1820, fora dos muros da cidade, uma vez que não era católico. Além das incríveis estátuas que você pode contemplar (e até mesmo utilizar como inspiração para seus desenhos, caso tenha se deixado influenciar pelos mestres florentinos nos museus), você também pode prestar suas homenagens nos túmulos de figuras famosas do passado. Muitos nomes que fizeram história foram enterrados aqui, entre os quais Fyodor Dostoyevsky e os últimos descendentes de Shakespeare.

2. Farmácia de Santa Maria Novella

O olfato é, possivelmente, o mais fascinante dos cinco sentidos, e nossas lembranças mais queridas são frequentemente associadas a cheiros distintos e particulares. A arte de fazer perfumes também é muito fascinante, e você pode descobrir como ela acontece bem aqui, no coração de Florença. Basta fazer uma visita à Officina Profumo Farmaceutica de Santa Maria Novella (ou Farmácia de Santa Maria Novella), fundada por frades dominicanos que produziam fragrâncias, em 1381. Inclusive, em 1533 foi criado um perfume especial para ninguém menos que Catarina de Médici. O estabelecimento é um incrível marco histórico e artístico e merece uma parada apenas pela visitação dos antigos halls da loja. Mas tem mais: você também pode levar um frasco de perfume florentino para casa.

View this post on Instagram

I love this place so so much

A post shared by Marie-Joelle Parent (@mariejoelleparent) on

3. Igreja Evangélica Luterana de Florença

Depois que você visitar as maravilhosas igrejas católicas de Florença, a Igreja Evangélica Luterana em Lungarno Torrigiani tem uma proposta um pouco diferente. Vale comparar sua fachada neo-medieval e a simplicidade de seu interior com as esplêndidas decorações das igrejas vistas em outros lugares da cidade.

4. Museu Bardini

O Museu Bardini é uma casa que foi transformada em museu, de acordo com as preferências ecléticas de seu fundador. Possui paredes cor azul ultramarino, teto em caixotões e um acervo com mais de 3.600 artefatos de séculos diferentes, os quais incluem pinturas, esculturas, armaduras e instrumentos musicais e de cerâmica, moedas, medalhas e móveis antigos. Além disso, o museu frequentemente sedia exposições interessantes de fotografia e arte contemporânea.

5. Os antiquários de Santo Spirito

O bairro de Santo Spirito é um dos mais boêmios da cidade e, ao mesmo tempo, um dos mais autênticos. É repleto de pequenas lojas de antiguidades que comercializam objetos incomuns e valiosos, bons souveniers pra levar para casa.

View this post on Instagram

via maffia aka home

A post shared by Eric Petruzzo (@ericpzzo) on

6. Horticulture Garden

Se os incríveis Jardins de Boboli deixaram você ansioso para se perder em meio à natureza exuberante de outros locais, visitar o Horticulture Garden pode ser uma boa pedida. Na metade do século 19, o local era uma espécie de horta experimental. Depois, tornou-se palco de exposições prestigiosas e feiras internacionais. As atrações imperdíveis incluem um dragão colorido que lembra o de Parque Güell criado por Gaudí em Barcelona, o Giardino dei Giusti, uma imagem espelhada do Jardim dos Justos de Jerusalém, e uma impressionante estufa gigante de aço e vidro onde é possível admirar plantas exóticas, uma viajem aos séculos passados.

7. Os restaurantes

Sua viagem não estará completa se você não conhecer um pouco a culinária local, diversificada e maravilhosa ela atendende a todos os gostos e preferências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close