Close
5 das melhores regiões vinícolas da França

5 das melhores regiões vinícolas da França

A França é famosa por seus vinhos, neste artigo, apresentamos cinco das melhores regiões vinícolas do país, para você visitar e se apaixonar.

Não é segredo que o vinho é uma parte fundamental da cultura francesa. O clima diversificado do país, combinado a sua variedade de terrenos, torna-o ideal para o cultivo de vários tipos de uvas, o que coloca o vinho francês entre os mais reverenciados do mundo. Todo ano, a França e a Itália competem pelo título de maior produtor mundial da bebida. Dentre 22 regiões, 17 produzem mais de 3,2 mil vinhos, numa área de 835.805 hectares! Dito isso, nem sempre é fácil saber como circular, portanto, criamos esta lista.

Esteja você planejando explorar a França ou apenas querendo degustar uma boa garrafa de vinho francês, aqui descrevemos cinco das principais regiões vinícolas do país.

1. Champagne

Não há como negar… parte da razão pela qual o vinho francês é mundialmente famoso se deve a Champagne. O prestigiado vinho espumante produzido na região é feito com uvas Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay, usando uma técnica específica que envolve uma segunda fermentação, que ocorre dentro da garrafa. A champanhe é uma bebida especial… geralmente, a bebemos em momentos importantes da vida, celebrações e conquistas. Localizada perto de Reims, os solos calcários e margosos da região, combinados com o clima ao mesmo tempo oceânico e continental, influenciam a produção. Dom Pérignon é provavelmente a casa mais famosa, já que foi este monge beneditino quem inventou a champanhe. Na verdade, é até possível visitar seu túmulo quando você estiver na região! A Bollinger também é muito bem conhecida. Além de ser muito apreciada pela realeza britânica, também é a champanhe oficial de James Bond. Outras casas famosas incluem a Moët & Chandon, Veuve Cliquot e a Taittinger.


Montagne de Reims, em Champagne

2. Borgonha

A região da Borgonha, que se estende do sul de Paris até o norte de Lyon, detém a maioria dos rótulos na França. Alguns dos melhores e mais caros vinhos do país são produzidos nessas terras de solo rochoso, argiloso e calcário. A Borgonha se beneficia de um clima oceânico semi-continental que varia de acordo com a região. As variedades de uva Pinot Noir e Chardonnay são as mais nobres e conhecidas, e o rigoroso processo de produção do vinho respeita uma tradição centenária. Descubra o coração da Borgonha e prove famosos vinhos em Beaune! A cidade foi a capital da Borgonha antes de Dijon, e oferece várias opções para obcecados por cultura… e muitos vinhos deliciosos para degustar!


Meursault, na Borgonha

3. Bordeaux

Juntamente com a região de Champagne e Borgonha Bordeaux pertence aos três pilares fundamentais da viticultura francesa, um destino imperdível para quem ama vinhos. Assim que você cruzar a fronteira da Gironda, os castelos e vinhedos parecem se suceder ao infinito, à medida que nos aproximamos do coração da cidade que é um mundo em si mesmo. A região produz alguns dos vinhos mais raros e refinados da França – e até do mundo – produzidos a partir de diversas variedades de uvas, sobretudo da merlot e cabernet. O clima oceânico, moderado e estabilizado pelo rio, juntamente com um solo composto de argila, calcário, cascalho e areia, resulta em vinhos particularmente complexos e elegantes. A cidade de Bordeaux em si é o lugar perfeito para estetas que podem ou não já serem especialistas em vinho. Além de ser a cidade do vinho Bordeax é um destino muito interessante para bon vivants – história, cultura e incríveis wine bars, a cidade e seus arredores oferecem uma infinidade de coisas para ver e fazer. Além disso, há várias excursões enoturísticas para Saint-Émilion, Margaux e o Médoc.


Um típico castelo de Bordeaux em Saint-Émilion

4. O Vale do Loire

Patrimônio Mundial da UNESCO, o Vale do Loire é certamente uma das regiões mais bonitas da França. Sim, é muito amada por seus castelos incrivelmente românticos, mas também é conhecida por seus vinhos, sobretudo brancos, produzidos ao longo do rio que dá nome à região. O Vale do Loire é um verdadeiro paraíso para os fãs de vinho! Combine a visita aos castelos com a degustação de rótulos produzidos com uvas Sauvignon Blanc, Cabernet Franc e Chenin Blanc. O clima varia de acordo com as cinco sub regiões, mas é sempre moderado pela presença do rio. Durante um passeio de um dia para Touraine, você pode provar o Vouvray e o Bourgueil nas adegas de uma caverna troglodita, assim como visitar um lindo castelo privado em Chinon e degustar o vinho produzido por seus proprietários.


Um vinhedo do Vale do Loire

5. Alsácia

Paisagens magníficas, vinhos brancos com nomes germânicos, colinas verdejantes e o vento da cordilheira de Vosges: bem-vindo à Alsácia! A região produz alguns dos mais famosos vinhos brancos do mundo, que tendem a ser frutados e refrescantes. A Alsácia produz apenas 10% de vinho tinto (pinot noir), enquanto os vinhos brancos e espumantes são feitos das uvas Riesling, Gewürztraminer, Sylvaner, Pinot Gris e Moscatel. A Rota do vinho da Alsácia é dividida em apenas três categorias AOC, e uma visita a essa região é imperdível para todos que desejam descobrir a Alsácia por completo. O itinerário, que ziguezagueia pelos vinhedos no sopé das montanhas Vosges, oferece um panorama encantador, que se revela gradualmente. Os 120 vilarejos típicos e cidades fortificadas da região apresentam um charme típico, castelos medievais e casas enxaimel, aninhadas entre colinas cobertas de vinhedos.


Um vilarejo ao longo da Rota do Vinho, na Alsácia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close